Vamos realizar uma entrevista ping Pong.
A nossa entrevistada chama-se Ana...não conseguimos o nome completo...tem pouco mais de 20 anos
e não gosta de falar
Ela foi detida por ter abandonado um recém nascido em frente de ume estacionamento na Barra Funda


Bom trabalho

Ana, por qual motivo você abandonou o recém nascido?
De quem é a criança?
Ana, você se arrepende do que fez?
Quando surgiu a idéia de abandonar a criança recém nascida?
Quantos filhos vc tem? E vc já cometeu aborto?


Ana - Não te interessa...ok cara...o negócio é o seguinte eu odeio jornalista sabe...eles ficam ai falando dos outros e nào veem seu rabo...
Essa coisa que eu deixei ai no estacionamento nao era minha não eu só estava fazendo um favo para um conhecido
Viu como eu odeio jornalista já querem dizer que fui eu só pq sou pobre...
se fosse rico ninguém falava...

Ana - Eu nào tenho filho não pois nào quero sarna para me coçar uma vez um cara me pegou meio numa quebrada e me comeu ai eu peguei uma
barriga mas resolvi logo...tomei uns cha de losna com uns bagulhos que uma mulher boa lá do bairro me deu e pronto tudo resolvido...
Para que ter filho para ficar como eu sem trabalho e pedindo ajuda...além do que nào dão trabalho mesmo para quem é preto...


Voce não gosta de jornalistas porque?? Ja teve problemas com algum? Voce conhece os métodos anti concepcionais, aqueles que servem para evitar a gravidez??

Ana - horas pq é que você acha voc6es são pedantes e senhores da verdade é isso que voces são...
Quanto a como evitar a gravidez ou goza fora ou quanto o car quer usa camisinha...é isso ai e nào quero mais papo ok

Voce mora com sua familia? é casada?
Ana - o que muda com quem eu moro eu quero é sair desta droga de delegacia...eu moro num comodo la em Taipas...as vezes tem
~duas ou tres pessoas que pede um teto ai a gente dá
Já tive um cara sim quando eu tinha 13 anos...sai de casa por causa dele...ele era motorista de caminhâo...casado o safado sõ queria
era menina nova
um dia me atraquei com ele pois ele queria que eu fizesse umas coisas assim que menina direita nâo gosta muito...eu ainda era direita ai puxei a faca da cozinha para ele...resultado ele foi embora e eu fiquei na amargura

O fato de estar jogando uma vida fora não te incomada?
Ana - eu não to jogando nada fora pois não tenho nada para jogar...voces são mesmos uns chatos

Ana, conta pra gente um pouco sobre a sua história de vida, fale da sua família. Você tem irmãos?
Ana - Eu nào gosto muito de falar da minha família mas vá lá eu fui com a tua cara...
Minha mãe teve cinco filhos e mais 4 abortos...meus irmàos dois são de verdade de pai e mãe e os outros são de uns caras que minha mãe saiu...
Meu irmão mais velho morreu de tiro e eu tenho um irmão que estudó fez senai e trabalha bastante...ele sempre que pode ajuda a minha mãe
eu sempre trabalhei, gruadava carro, limpava vidro no farol...coisas assim ah até ajudei uma vez a cuidar de umas crianças na creche...
mas ai conheci o caminhoneiro entào a minha vida virou de pernal para cima...
minha màe queria um destino melhor para mim mas nào rolou...eu estudei e até gostava fiz até a quinta-serie...

Ana gostaria de saber se voce nunca buscou ajuda para essa sua amargura e não passa por a sua cabeça um dia que as coisas podem melhorar?
Ana - Vida de pobre só melhora se a gente ganha na loteria ou se arranja um homem rico para sustentar a gente...

Voce nos conta que saiu de casa muito cedo, já reencontrou sua mãe ??
Ana- nào não tenho coragem de ir até a casa dela...fica lá no cota 400 em Cubatão...perto da praia

Ana você nos disse que estava apenas fazendo um favor, deixando a criança lá. Um favor pra quem? Quem pediu pra você fazer tal "serviço"?
Ana- Nào posso fala que voces são legal que voces voltam para esse assunto...foi uma chapa que eu nào podeia negar...

Ana, e porquê você não poderia negar? qual é a sua relação com essa pessoa?
Ana - voc6e é do jornal ou da polícia cara...eu nào quero mais falar prefiro ficar lá dentro do que ficar aqui com você!!!!

Se você não falar quem encomendou o "serviço" será a única responsável pelo fato. E se você for presa? Você não tem medo de ir pra cadeia? Gostaria muito de poder ajudar, mas pra isso você precisa dizer o nome do seu chapa? Você entende...?!
Ana - Ninguém encomendou nada só foi um favor pegar a criança e deixar lá no estacionamento que lá tinha um grupo de pessoas...que tem dinheiro e que deixa o carro lá e que podiam dar uma vida melhor para ele ou melhor ela pois me falaram que era uma menina...
é errado querer que essa criança tenha uma casa, comida e possa estudar e quem sabe virar professora

Ana, voce diz que não pode dizer quem é, caso voce seja julgada essa pessoa vai fazer algo por voce??
Será que vale a pena mesmo voce acabar com sua vida assim, por causa de alguém?
Ana - Chega, nào quero mais falar...é um saco oh delegadooo me leva lá para dentro,.. pode ser???

Tudo bem, esquecendo esse seu chapa que te pediu o favor, você acha que se tivesse condições de dar a ela uma casa, comida e quem sabe transformá-la em uma professora, em algum momento da sua vida você ficaria com essa menina?
Ana - Olha cara ai tá uma coisa que eu não tinha pensado...se o meu chapa chegasse para mim e falasse que nào queria a coisa e eu pudesse dar alguma coisa de bom para ela acho que eu até ficava com ela...pois assim quem sabe um dia ela poderia até voltar para a casa dela mesma a casa original...

Ana,voce falou que teve um rolo com um caminhoneiro casado,como surgiu essa relação? voce acha que se nao tivesse conhecido ja teria concluido seus estudos?
Ana - Bom eu tava trabalhando de lavar prato em um restaurante em um posto a uns 20 minutos de casa...era para ajudar a minha mãe e os meus irmãos então um dia chegou essa cara ele se chama Zelão e ficou conversando comigo...na semana seguitne ele dissew que eu era bonitinha e muito ;legal e me deu até um vestido novo...minha mãe nào gostou pois eu disse a ela que havia comprado e ela nào acreditou e me disse: Ana, cuidado com o que você está fazendo nào vai se meter em putaria que depois você vai se arrepender...nos somos pobres mas somos de bem...
Bom o Zelão ia lá quase todo o dia e sempre me levava alguma coisa...até que um dia ele perguntou se eu queria ver o caminhão e dar uma volta eu achei o maximo...quando sai do trabalho ele me ;evou para passear...andamos por um monte de lugar até que ele parou em um e disse que gostava de mim, eu nesse momento já tava como diz por ai apaixonada, e disse para eu sentar no colo dele eu fiquei meio assim, com medo...como eu disse para o outro teu colega eu era moça ...eu mesmo assim já tinha lido algumas coisas nas revistas lá da escola e achei que eu ia gostar mas eu tava com medo...
Mas sentei no colo dele e ele disse que que só ia fazer uns carinhos em mim pq ele me amava...
ele pegou a mão dele e começou a passar entre as minha pernas eu estava morrendo de medo mas queria ver mais ai entào ele pegou a mão dele e pós dentro da minha calcinha e eu senti que o pinto dele tava ficando duro...fiquei com medo nào sabia bem o que ia acontecer ele disse calma e ai começou a passar a mão bem devagar entre as minhas pernas debaixo da calcinha...
ai car fiquei morrendo de vergonha pois tava com tanto medo que fiz xixi nas calças...comecei a chorar, eu era uma menina bobona e sai correndo com a calcinha molhada e o vestido também...
bom achei que ele nào ia mais voltar e fiquei muito triste pois eu gostava do Zelão...
Mas ele voltou...umas duas semanas depois ele voltou com uma linda boneca que tinha vestido e tudo e disse olha eu gosto muito de você e quero que você vá morar comigo...aluguei uma casa perto de Perus e acho que você vai gostar...
Pensei bem e disse mas a minha mãe não vai gostar...
e o Zelão respondeu bom você decide mas nào esquece eu gosto muito de você...O Zelão tinha na época 39 anos e eu ainda ia fazer 14...bom ai eu fui sem a minha mãe saber.

Ana, alguma vez você já pensou em marcar uma consulta com o psicólogo?
Ana-
Isso é coisa para rico e além do mais eu não sou louca!!!!

Ana sente algum remorço?Não estamos aqui para julga-la penas conversar para conhecer voce melhor. E depois dessa experiencia com o caminhoneiro, voce namorou outra pessoa, conseguiu superar isso e viver um relacionamento?
Ana -
não entendi...
mas depois do caminhoneiro eu sai sim coom uns caras mas gosta mesmo nào gostei de mais ninguém


Delegado Pessoal a entrevista está encerrada pois agora iremos aos interrogatórios peço que todos saiam por favor